Rastreamento e rastreabilidade do produto

Soluções integradas de marcação e codificação para rastreamento e rastreabilidade de produtos

O rastreamento de um produto ou pacote permite ao visualizador identificar a localização do objeto no momento. A rastreabilidade na fabricação revela o caminho que um produto percorreu desde a produção até a distribuição e seu destino. Ambas as tarefas geralmente exigem a impressão de um código de identificação no produto ou embalagem, que pode ser acessado a qualquer momento por meio de um sistema de rastreamento on-line. Para o rastreamento, pode ser um código de barras básico. Já para a rastreabilidade, códigos mais sofisticados e, às vezes, exclusivos, são frequentemente necessários.

Esses códigos podem ajudar a permitir a detecção de produtos que foram desviados da cadeia de distribuição normal, gerando receita para as empresas. A rastreabilidade na fabricação também permite que as empresas identifiquem e direcionem com eficiência os produtos que precisam ser recolhidos, pois podem representar uma ameaça aos consumidores. Uma resposta rápida durante essas situações pode ajudar na construção da confiança dos clientes.

Em alguns setores, como na produção de alimentos, número de lote, data de validade, data de fabricação, número de série e descrições de produtos são exemplos comuns de códigos usados para rastreabilidade. Em outras indústrias, incluindo a de produtos farmacêuticos e de dispositivos médicos e suas peças individuais, códigos de identificação de produto exclusivos são frequentemente usados como um meio para identificar, rastrear e monitorar produtos originais durante a distribuição. Os códigos de identificação exclusivos usados também ajudam a garantir que os produtos codificados sejam originais, uma vez que os fabricantes de produtos falsificados não terão acesso aos bancos de dados seguros dos quais os códigos exclusivos são extraídos.

Os produtos embalados individualmente são normalmente codificados e, em seguida, embalados em capas, caixas, embalagens e paletes em um processo denominado agregação. Esses grupos maiores de produtos também são comumente codificados. Ler o código de uma carga de palete, por exemplo, acessa todos os códigos dos produtos individuais embalados na carga.

Originalmente usado quase exclusivamente na produção farmacêutica, a rastreabilidade única está começando a ser usada também na produção de alimentos, proporcionando a rastreabilidade dos alimentos desde o processamento até as lojas. Os ingredientes encontrados em produtos alimentícios acabados também são frequentemente codificados, de modo que possam ser rastreados até sua fonte original no caso de um recall por contaminação.

Os códigos de rastreamento e rastreabilidade são aplicados por sistemas de marcação capazes de aplicar os códigos de maneira eficiente e econômica nas velocidades da linha de produção, garantindo que sejam claros e legíveis. Esses sistemas podem ser tecnologias de marcação a jato de tinta ou Laser, dependendo dos materiais a serem marcados e das condições que os objetos codificados podem encontrar que podem afetar os códigos. A qualidade dos códigos aplicados é geralmente confirmada por um sistema de visão como parte do processo de marcação ou imediatamente após.